Publicado por: Jeff Jeffrys Jeffersson | 16/02/2013

TOLERÂNCIA ZERO – SERÁ ESSA A SOLUÇÃO?

check_ciano_cr

 

 

Um monte de serviço, um monte de coisas acontecendo ao mesmo tempo e um pouco só de procrastinação. Mas enfim estamos de Volta com um assunto polêmico.

Recentemente, houve um “endurecimento” da Lei que regula o consumo de álcool por motoristas nas ruas de SP. Eu  não gosto de imprudência, tampouco de acidentes de trânsito, mas me pergunto se é essa a melhor forma de guardar as vidas dos eleitores de nossos governantes, sobre o que tem de educativo nessa nova regra, e sobre o que nossa sociedade pode se transformar em virtude de fenômenos como este.

congestionamento

Tenho pensado muito que algumas Leis baixadas como ‘benefício’ à sociedade acabam tendo um efeito colateral latente que se repete todo momento: a criação de dificuldades viabilizando a venda de facilidades.

Sabemos que o endurecimento da Lei da Ingestão de Álcool por Motoristas pode (e vai) atingir pessoas que estão em pleno gozo de seus reflexos e, de verdade, não são real ameaça à vida em sociedade. No entanto se alega que a impossibilidade de se ‘medir’ a tolerância individual de cada um à ingestão de álcool, se faz necessário que o motorista tenha nível “0” (ZERO) de álcool no sangue para estar apto a dirigir; do contrário, renderá severas multas e apreensão da habilitação e/ou veículo. Diante disso me vêm a mente um questionamento: Não estamos fazendo isso errado? Se queremos saber quanto reflexo há numa pessoa que dirige com um copo de cerveja na cabeça, deveríamos medir os seus reflexos (há muitos testes para comprovar isso) e não quanto de álcool há em seu sangue. Concordo que a diminuição dos reflexos pode (e deve) ser determinante para a presunção de culpa em caso de acidente, e severamente punido e condenado ao ressarcimento dos prejudicados.

t-0

Mas me parece agora que estamos DATENIZANDO o trânsito, vivemos um tempo onde uma lata de cerveja me faz um bêbedo incapaz, a prática de um esporte de rua faz de mim um marginal, e a expressão de uma opinião pouco usual me põe digno de linchamento em praça pública.

Se pregamos sempre NEGAR qualquer tipo de PRECONCEITO é necessário que haja TOLERÂNCIA. Que conheçamos o que estamos tentando regular e que evitemos desastres sem precisar cair na máxima das moscas e das marretas.

 

TOLERÂNCIA ZERO é uma solução fácil pra quem tem preguiça de resolver problemas complexos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: